Tag Archives: Dicas

5 dicas de como escolher o melhor fretado

Quando mudamos de cidade ou para um emprego distante sabemos que encontrar um fretado que passe perto de casa e do futuro trabalho é uma prioridade e uma necessidade. Se você já utiliza fretado pode também ter a curiosidade de saber se existe um fretado que te atende melhor que o atual.

Encontrar este fretado, o melhor, não é uma tarefa das mais fáceis. A maiorias das empresas de fretado não possuem um posicionamento digital, ou se possuem, seus sites são desatualizados e de difícil compreensão. Algumas vezes nem um atendimento especializado a empresa possui, o que pode gerar bastante insegurança, afinal aquele transporte é necessário.

Uma lista de linhas irá aparecer para você, vamos dar algumas dicas aqui de como você poderá escolher o melhor fretado entre os resultados.

 

Distância

Um fretado que passa perto de sua casa e do seu destino é fundamental para melhorar seu dia-a-dia.

 

Comodidades

Ter um ônibus ou van com Wi-Fi, água, banheiro também pode ser considerado um bom diferencial.

 

Preço

É necessário conciliar todos os desejos com o que cabe no bolso. É muito importante fazer uma escolha com bom custo benefício.

 

Atendimento

Isso você sentirá no momento de contratação. É muito bom ter uma equipe a disposição para resolver seus problemas e te ajudar em relação ao seu transporte de todos os dias.

 

Flexibilidade

Este item não é a regra mas é bem-vindo. Algumas empresas fazem o mesmo trajeto em diferentes horários, se por acaso você perder seu fretado você possui uma alternativa.

 

Fonte: Fretadão

 

Imagem: Bigstock by dolgachov

 

Os melhores outlets multimarcas em São Paulo e arredores

Em tempos econômicos difíceis, poupar é preciso — a bem da verdade, maneirar nas compras não faz mal a ninguém em nenhuma situação. Por isso, os paulistanos recorrem mais do que nunca aos outlets, que trazem produtos de marcas famosas a preços atraentes.

 

Instalado na Rodovia Castello Branco, o Catarina Fashion teve recorde de visitação em 2016. Mais de 2,5 milhões de fregueses passaram por lá, número 20% maior que o registrado no ano anterior. O endereço compete diretamente com o Outlet Premium, na Bandeirantes. Esse último recebeu 6 milhões de pessoas em 2016.

 

Ambos propiciam experiências parecidas, com variedade de marcas e ambiente agradável. Mais simples, o Outlet Fernão Dias também aparece entre os principais.

 

Dos 3,2 bilhões de reais movimentados pelo setor no país no ano passado, cerca de 40% tiveram origem nesses três empreendimentos. Em 2018, a lista deve engordar com a chegada do Imigrantes Outlet.

 

Listamos a seguir alguns dos principais outlets que valem a visita:

 

Catarina Fashion Outlet

Uma das principais pontas de estoque do estado, o endereço conta com 105 lojas. Rodovia Castello Branco, km 60, ☎ 4130-4800. Seg. a qui., 10h às 21h; sex., 10h às 22h; sáb., 9h às 22h; dom., 9h às 21h.

 

Outlet Premium

Trata-se do maior endereço do tipo no estado. Neste shopping a céu aberto, 112 comércios oferecem descontos de até 70%. Rodovia dos Bandeirantes, km 72, ☎ 4496-7000. Seg. a dom., 9h às 21h.

 

Outlet Fernão Dias

Aberto em novembro, traz 33 lojas e recebe uma média de 20 000 visitantes por semana. Mais de 45 comércios devem ser inaugurados até setembro, em uma expansão de 15 milhões de reais. Dica: na loja infantil Duda Outlet, itens de marcas como Malwee, Marisol e Le Petit são vendidos por quilo (a partir de 209 reais). Rodovia Fernão Dias, km 44,5, ☎ 4411-1911. Seg. a sáb., 9h às 21h; dom., 12h às 20h.

 

Brands House

Dono das etiquetas Richards, Ellus, Mandi e Bobstore, o grupo InBrands tem um outlet variado, com boas opções para homens. Lá, encontramse ternos, camisas e sapatos sociais. O público feminino não sai de mãos abanando. Vale buscar vestidos e saias de festa ou debruçarse sobre a caixa de papelão cheia de biquínis da Salinas, a preço de banana (a partir de 19,00 reais). Tietê Plaza Shopping, ☎ 3201-9344. Seg. a sáb., 10h às 22h; dom., 14h às 20h.

 

Overboard e Top Brands Fashion

Um passeio de estilo “dois em um”, pois as lojas ficam no mesmo endereço. A Overboard (☎ 3313-0725) dedica-se a roupas e acessórios para surfistas e skatistas. Na Top Brands Fashion (☎ 4506- 6143; foto) predominam itens jovens, como blusinhas com frases divertidas e vestidos curtos de etiquetas do naipe de Planet Girls e Onbongo. Shopping D. Seg. a sáb., 10h às 22h; dom., 14h às 20h.

 

 

Fonte: Veja SP

 

Imagem: Bigstock by VadimGuzhva

 

Excesso de trabalho nem sempre é positivo

Ir além das expectativas é um requisito muito buscado tanto por empresas quanto pelos próprios gestores e líderes – e mais do que recomendado. Porém, há vezes em que o “esforço-extra” vai além do recomendado e se transforma em algo negativo.

Trabalhar a mais quando a demanda é muito grande ou quando tem algo importante acontecendo/para acontecer é normal, porém, é preciso estar atento se isso não está se tornando parte da sua rotina. Se sim, é hora de acionar o alerta vermelho. Fazer hora extra todos os dias não é normal.

Não adianta, porém, não fazer hora extra, mas constantemente levar trabalho para casa. Além de causar estresse e cansar mais, isso faz com que eventuais conflitos passem a surgir e acaba por gerar impactos negativos na sua vida social, algo que, a longo prazo, acabará por refletir também no trabalho.

A dica aqui é antiga, porém, verdadeira: busque o equilíbrio. Quando for muito necessário, leve o trabalho para casa ou faça horas extras, porém, tome cuidado para não transformar o que deveria ser algo eventual em um hábito. Saiba balancear a sua vida profissional com a pessoal. Não adianta ir muito bem no emprego e abandonar a vida social, não é?

O “esforço extra” é positivo quando feito com cuidado e quando há necessidade. Lembre-se de que você não é apenas o seu trabalho e que outras áreas da sua vida também precisam de um “esforcinho” a mais de vez em quando.

 

Fonte: Universia

 

Imagem: Bigstock by fizkes

 

Dicas de lanches para longas viagens de ônibus

Vai enfrentar uma longa viagem de ônibus? Para poder chegar ao seu destino final menos cansado e sem mal-estar, pode ser interessante levar uma pequena bolsa com lanches para consumir durante o trajeto, especialmente se você vai levar crianças nessa viagem.

Como os pontos de parada das viagens nem sempre oferecem boas opções de alimentos para consumo, evite passar aperto nessas situações levando a sua própria bolsa de lanches práticos e rápidos.

Confira nossas sugestões de lanches para longas viagens de ônibus!

 

 

Características de um bom lanche de viagem

Para montar o lanche ideal para uma longa viagem de ônibus é preciso conhecer algumas características de alimentos e refeições que devem ser priorizados nesse momento.

Valorize sempre o consumo de lanches leves e nutritivos, sem grandes concentrações de gordura, cremes ou alimentos que podem estragar quando estiver fora da geladeira. Dessa maneira você diminui o risco de apresentar alguma indisposição ou mal estar durante a viagem.

 

Sanduíches naturais

Os sanduíches naturais feitos em casa são a melhor opção para levar em viagens longas. Monte para você e sua família algumas opções de sanduíches feitos com pão de forma integral, queijos leves (como a ricota, o queijo minas ou mussarela), frios (como o peito de peru) ou carnes desfiadas e alguns acompanhamentos como cenoura ou tomate.

Evite usar maionese ou outros produtos gordurosos que podem estragar ao ficar fora da geladeira e causar mal-estar quando forem consumidos. Não é recomendado também acrescentar folhas, como a alface ou a rúcula, se você não tem um recipiente térmico para transportar esses lanches, já que elas podem ficar murchas e estragar o sabor do sanduíche.

 

Frutas frescas e desidratadas

Frutas são ótimas opções nutritivas de lanches para fazer em longas viagens de ônibus, já que são práticas de transportar e comer. Prefira aquelas que você pode consumir sem o auxílio de uma faca, como a banana, a pera, maçã ou goiaba.

Frutas desidratadas também são opções interessantes de lanche para levar na mochila. Uvas passas, chips de maçã ou banana e damascos desidratados são ótimas alternativas.

 

Snacks rápidos e leves

Alguns snacks rápidos e leves também podem ser boas opções de lanche para levar na mochila nas longas viagens de ônibus. Porções de oleaginosas (castanha-do-pará, amendoim, amêndoas), cookies integrais, barrinhas de cereal, biscoito de polvilho e torradinhas integrais são interessantes alternativas de lanches simples e fáceis de transportar.

 

Água e sucos nas viagens

Nunca se esqueça de levar uma porção de água e de suco com você durante a viagem. Use garrafas térmicas para armazenar essas bebidas e valorize o consumo de cada uma delas para se manter bem hidratado durante todo o trajeto.

Evite levar bebidas alcoólicas ou refrigerantes durante as suas viagens, não correndo o risco de apresentar indisposição no meio do caminho.

 

Fonte: Guichê Virtual

 

Imagem: Bigstock by Olga Dubravina

 

 

O outono chegou! Para onde ir?

O outono chegou, e com ele vários feriados prolongados. Como o Brasil é um país tropical e muitos estão acostumados a viajar para a praia, fica difícil escolher um lugar para viajar no outono, não é mesmo?

Veja as sugestões de lugares para viajar no outono que preparamos para que você possa aproveitar os próximos feriados nas melhores opções turísticas para essa estação.

 

  1. Gramado – RS

Se você deseja sentir o clima do outono com um gostinho europeu, Gramado é o lugar ideal. Além de estar com temperaturas agradáveis, você pode aproveitar a páscoa para comprar os deliciosos chocolates de Gramado.

 

  1. Jalapão – TO

O Parque Estadual do Jalapão fica no estado do Tocantins, e é um ótimo destino na região central do Brasil. Em maio inicia o período de seca, e é mais fácil visitar as dunas e piscinas naturais.

 

  1. Campos do Jordão – SP

Quem gosta de sentir os primeiros sinais do frio do outono não pode deixar de conhecer Campos do Jordão. Entre março e abril as diárias dos hotéis e pousadas ainda estão mais baratas por ser considerada baixa estação.

 

  1. Chapada Diamantina – BA

O outono é uma boa época para visitar a Chapada da Diamantina, especialmente pela redução dos turistas na região. Como é uma época mais seca, as cachoeiras não estão tão cheias, mas você pode aproveitar fazendo as trilhas ou praticando esportes de aventura, como trekking e rapel.

 

  1. Pantanal – MS e MT

Para quem gosta de natureza, o Pantanal é um destino imperdível no outono, pois é a época de seca, e é o período que os bichos se aproximam dos rios para beber água, facilitando a observação dos animais no turismo ecológico.

 

  1. Curitiba – PR

Curitiba não é uma cidade muito conhecida pelos turistas, mas se você deseja conhecer um novo destino urbano com um clima ameno, com diversos e lindos parques, restaurantes de comida italiana do bairro de Santa Felicidade, o Jardim Botânico e os museus, incluindo o Oscar Niemeyer, Curitiba é o lugar certo.

 

  1. Florianópolis – SC

Para não deixar de mencionar um destino de praia, você também pode viajar para Floripa! No início do outono ainda é possível aproveitar dias ensolarados em Florianópolis, sem a grande quantidade de turistas.

 

Fonte: Me leva de leve

 

Imagem: Bigstock by dolgachov

 

 

Postura do Motorista: 4 dicas para conduzir ônibus

O motorista de ônibus precisa estar atento à sua segurança e dos seus passageiros durante todo o tempo que está atrás do volante. Como as jornadas não são curtas, esse tempo de tensão acaba trazendo estresse e desconforto que afetam sua produtividade.

Neste post vamos te mostrar como melhorar a postura do motorista durante o trabalho é uma ferramenta simples e efetiva para melhorar seu conforto, segurança e saúde. Confira!

 

TENHA CUIDADO COM AS COSTAS

Uma das regiões que mais acarretam problemas aos motoristas é a lombar. A região das costas sofre com os longos períodos em que é preciso estar sentado para conduzir um caminhão ou ônibus.

Para minimizar o problema, é importante que a postura do motorista esteja ereta e totalmente apoiada no encosto do banco. Dessa forma, toda a coluna fica sustentada, evitando que ela seja sobrecarregada. Assim, é possível evitar o desconforto diário ou mesmo problemas mais sérios como a lombalgia — uma dor crônica na região lombar.

 

PROTEJA SUA CABEÇA

Ajusta a altura do encosto para a cabeça presente no banco é uma ferramenta importante para a postura do motorista: quando bem ajustada, ela evita que o pescoço fique erradamente inclinado para trás e ainda oferece apoio para que o condutor não fique curvado em direção ao veículo.

Manter o pescoço alinhado ao restante da coluna, portanto, é diminuído o peso sobre próprio pescoço, diminuindo riscos de desconforto ou mesmo do aparecimento do torcicolo. E vale lembrar, também, que o encosto bem regulado é importante para evitar o efeito chicote em caso de acidentes — em caso de choque, a cabeça do motorista pode ser lançada para trás de forma violenta, mesmo em baixas velocidades, caso o encosto não esteja regulado para diminuir o impacto.

 

NÃO SE ESQUEÇA DE MÃOS E BRAÇOS

O modo como o motorista segura o volante faz toda a diferença no seu conforto. O ideal é que ele mantenha as duas mãos sobre o que equipamento, sem flexionar demais os braços ou mantê-los muito estendidos. Os ombros também devem estar na altura do ponto mais alto do volante.

Apoiar uma das mãos sobre o câmbio por muito tempo não é uma ação muito indicada: isso causa um desalinhamento na postura do motorista e pode causar dores nos braços, mãos, ombros e costas.

 

CUIDE DE PÉS E PERNAS

Quando o assunto é postura do motorista, também não podemos deixar de falar sobre o posicionamento correto de pés e pernas. Primeiro, é preciso fazer com que a altura do banco não faça com que seus joelhos fiquem muito dobrados ou esticados.

Depois, é preciso descansar os calcanhares no assoalho do veículo sempre que possível. Dessa forma, o motorista não precisa se sobrecarregar com todo o peso das pernas durante todo o período que estiver encarando o trânsito, evitando dores e câimbras. Lembre-se também de só manter os pés no pedal quando necessário, além de utilizar calçados firmes e antiderrapantes, garantindo que o acionamento dos pedais seja rápido e seguro.

 

Fonte: Rodobens

 

Imagem: Bigstock by Yastremska

Beco do Batman: graffiti e arte urbana na Vila Madalena

O Beco do Batman reúne, desde os anos 80, obras de alguns dos melhores grafiteiros do mundo no bairro Vila Madalena. Os desenhos super coloridos são cenário para filmes, sessões de foto e muitas selfies de turistas.

Os moradores de São Paulo têm muito orgulho do graffiti que cobre as paredes e muros de vários locais da cidade. O prefeito Haddad começou a sua gestão apagando o graffiti do viaduto conhecido como “Minhocão”, e o seu sucessor, João Dória, apagou as pinturas da avenida 23 de Maio. Nos dois casos a imprensa reclamou, os moradores reclamaram, e os dois prefeitos voltaram atrás.

Mas entra prefeito, sai prefeito, e ninguém ousa tocar no graffiti do Beco do Batman, um dos símbolos da arte urbana de São Paulo no coração do seu bairro mais boêmio.

Reza a lenda que o nome surgiu quando, em pleno anos 80, um grafiteiro desenhou um Batman no beco. O desenho foi ficando e logo virou o ponto de referência do local, até então sem grandes atrativos estéticos. Os grandes muros e paredes e o incentivo dos moradores da área inspiraram centenas de outros desenhos ao longo dos anos. O Batman original foi coberto por novas pinturas, como é a natureza do graffiti. Mas outras representações do homem morcego aparecem sempre, para que o beco continue fazendo jus ao nome.

O Beco do Batman é vivo, sempre com novos desenhos enfeitando as ruas Gonçalo Afonso e Medeiros de Albuquerque. Por isso este é um passeio que sempre vale a pena repetir e registrar. Os melhores grafiteiros do Brasil e do mundo deixam um pouco da sua arte neste museu ao ar livre.

 

Fonte: São Paulo para iniciantes

 

Imagem: Bigstock by Karol Kozlowski

 

 

Desigualdade de gêneros no trabalho: como as empresas podem ajudar a mudar esse cenário

 

A desigualdade de gêneros, especialmente dentro das empresas, é um dos temas mais debatidos atualmente. Cada vez mais cobra-se que existam políticas que estimulem a diversidade e a igualdade no trabalho, mas ainda assim há muito a ser feito.

Como a sua empresa pode ajudar a mudar esse cenário? O primeiro passo é incluir o debate na sua empresa. É difícil conquistar algo que não tem espaço para o diálogo. Criar simpósios, workshops ou até mesmo reuniões para falar deste e outros temas necessário é uma forma de fazer com que a questão chegue aos funcionários e eles pensem a respeito.

Seja a mudança que você quer ver. A frase pode ser um tanto clichê, mas é verdadeira: não adianta falar a respeito e continuar de braços cruzados. Tome atitudes para romper estereótipos de gênero – contratar mais mulheres para áreas consideradas “masculinas” é um bom começo – e promover a participação feminina no ambiente de trabalho.

Se a ideia é conseguir igualdade de gêneros na empresa, o primeiro passo é… Ter mulheres. Avalie se a sua equipe é balanceada quando o assunto é gênero e, sempre que possível, busque abrir processos seletivos que busquem diversificar. Tenha em mente que o importante é contratar alguém capaz e competente, independentemente do gênero.

Uma mudança efetiva só acontece com posicionamento. E se posicionar é algo cada vez mais necessário, especialmente para empresas. Leve a questão da igualdade de gêneros para a cultura do seu empreendimento, junto a outros temas necessários, como a diversidade. A ideia é que isso realmente saia do papel e passe a fazer parte do dia a dia das pessoas.

 

Fonte: Universia

 

Imagem: Bigstock by theodor38

 

 

Use cinto de segurança também no fretado

Os ônibus rodoviários são obrigados a ter o cinto de segurança em cada poltrona para os passageiros desde 1999. A obrigatoriedade vale em todo o país e serve para ônibus de linhas regulares e de fretamento que circulam dentro de uma mesma cidade, que ligam cidades diferentes e também em rotas entre estados e até para outros países.

No entanto, ainda poucas pessoas utilizam o dispositivo. O resultado pode ser expressado em números alarmantes: são 15 mil ferimentos e duas mil mortes por ano nas estradas.

De acordo com a ANTT – Agência Nacional de Transportes Terrestres, apenas 2% de todos os passageiros têm o hábito de afivelar o cinto logo quando entra nos veículos rodoviários.

A Agepan – Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos do Mato Grosso do Sul, em campanha que tem a participação da Polícia Rodoviária Estadual, Polícia Rodoviária Federal, ANTT, concessionária CCR MSVia e do Observatório Nacional de Segurança Viária divulgou um estudo que mostra que o uso do cinto de segurança nos ônibus rodoviários pode aumentar em sete vezes a chances de sobrevivência em acidentes.

 

Fonte: Diário do Transporte

 

Imagem: Bigstock by dolgachov

 

 

 

Os melhores museus para conhecer na cidade de São Paulo

A cidade de São Paulo é repleta de atrações culturais. O município possuí mais de 100 museus espalhados pelas quatros regiões da cidade, com ricos acervos e exposições temporárias renomadas. Confira os principais e mais populares museus da cidade de São Paulo:

 

Catavento – Espaço Cultural da Criança

Localizado no centro de São Paulo, o Catavento Cultural e Educacional é bem popular entre o público infantojuvenil, o espaço busca alimentar o visitante de informação de uma forma lúdica por meio de exposições e atividades interativas.

www.cataventocultural.org.br

 

Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand (Masp)

Localizado no coração da cidade, Avenida Paulista, o Masp – Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand – é um dos mais importantes museus do hemisfério Sul e um dos principais cartões-postais da cidade. Está na lista das dez atrações turísticas mais visitadas de São Paulo e, às terças, oferece visita gratuita ao público em geral. Nos demais dias, de quarta a domingo, o ingresso custa R$ 15.

www.masp.art.br

 

Museu da Imagem e do Som (MIS)

Um dos museus mais populares da cidade, o MIS (Museu de Imagem e do Som) possuí um acervo de coletas e principais registros representativos da cultura brasileira. O espaço oferece uma mistura de obras que variam em vídeos, fotos, músicas e grandes exposições.

www.mis-sp.org.br

 

Museu do Futebol

Para os apaixonados pelo esporte, o Museu do Futebol foi inaugurado o Museu do Futebol, dentro do estádio do Pacaembu. Quem visita o local pode conferir curiosidades sobre o futebol, narradores e até treinar um chute virtual. É um dos museus mais tecnológicos da cidade, além de muito interativo.

www.museudofutebol.org.br

 

Pinacoteca

Localizada próxima à estação da Luz, a Pinacoteca recebe exposições temporárias, além do rico acervo permanente.

www.pinacoteca.org.br

 

Fonte: Catraca Livre

 

Imagem: Marcelo N Valente

 

 

NÃO ACHOU O QUE PROCURA OU AINDA TEM DÚVIDAS SOBRE OS NOSSOS SERVIÇOS?

entre em contato com nossa equipe, um consultor vai te ajudar!