Tag Archives: Saúde

Por que você deve deixar seu carro em casa e trabalhar de fretado?

Principalmente nas metrópoles, cada dia que passa mais pessoas deixam o carro na garagem, para ser utilizado somente aos finais de semana, e começam a utilizar outros meios de transporte para o dia-a-dia.

Nos grandes centros urbanos existe a opção do metro e do trem, que apesar do conforto transportam as pessoas com rapidez. Uma nova opção que está atraindo bastante gente é a bicicleta. O maior problema dela é que você deve residir próximo ao seu destino.

“Mas eu moro longe e não posso utilizar estas opções, tenho que ir de carro?” A resposta é NÃO. Levantamos alguns pontos que mostram porque é mais vantajoso ir trabalhar de fretado ao invés do carro.

 

Economia

Principalmente em tempos de crise precisamos reduzir nossas despesas, com certeza a contratação de um fretado vai te ajudar a economizar uma boa quantia todos os meses.

 

Qualidade de vida

O melhor fretado para você com certeza passará perto de sua casa e do seu destino. Você não ficará estressado(a) por ter quer dirigir por horas no trânsito. Tudo isso trará grandes melhorias para sua qualidade de vida.

 

Pontualidade

O fretado tem hora certa para passar nos seus pontos. Assim você sabe que chegará no seu destino no horário combinado e poderá evitar possíveis transtornos no ambiente de trabalho. Além do que, você não ficará a mercê de um problema no carro.

 

Acesse nosso site e saiba mais sobre a Jumbo Turismo: www.jumboturismo.com.br

 

Fonte: Blog Fretadão

 

Imagem: Bigstock by SementsovaLesia

 

Cuide de sua saúde se alongando no trabalho

Esses exercícios de alongamento para fazer no trabalho ajudam a relaxar os músculos e a diminuir a tensão nestes, combatendo a dor nas costas e no pescoço, e também as lesões relacionadas ao próprio trabalho, como a tendinite, por exemplo.

Confira algumas dicas de alongamentos:

 

1- Esticar os dois braços para cima, entrelaçando os dedos, para alongar as costas mantendo-se parado nesta posição enquanto conta lentamente até 30.

2- A partir dessa posição, incline o tronco para o lado direito e fique parado nessa posição durante 20 segundos e depois incline o tronco para o lado esquerdo e mantenha-se parado por mais 20 segundos.

3- De pé, incline o corpo para frente sem dobrar os joelhos e com as pernas ligeiramente afastadas, à mesma direção dos ombros, ficando parado durante 30 segundos.

 

Ter uma compressa de gel que pode ser aquecida no micro-ondas pode ser uma boa ajuda para quem sofre com dor nas costas e nos ombros porque passa muito tempo sentado trabalhando com computador ou fica de pé, parado na mesma posição por muito tempo.

 

Fonte: Sua Saúde

 

Imagem: Bigstock by LightField Studios

A importância do controle das emissões de carbono negro no combate ao aquecimento global

 

Além das medidas convencionais de redução de emissão de GEE, cabe destacar a importância do controle das emissões de carbono negro ou fuligem (black carbon – BC), contida no material particulado, no contexto da mitigação do aquecimento do planeta. O BC absorve a radiação solar, não permite que a radiação refletida pela superfície terrestre retorne para o espaço e isso eleva a temperatura do planeta. Estudo divulgado pela Coalizão pelo Clima e Qualidade do Ar (CCAC), indica que o BC é o segundo poluente de maior impacto para as mudanças climáticas, atrás somente do CO2 e à frente do metano.

As estratégias de redução do material particulado do diesel, portanto, do ponto de vista global, terão influência relevante na desaceleração do aquecimento do planeta. Daí a importância e necessidade de inclusão de medidas de controle de emissões de particulados no rol de ações para a atenuação das mudanças climáticas.

Além da própria substituição dos veículos a diesel por alternativas tecnológicas não-fósseis e menos poluentes, da inspeção veicular dos veículos a diesel e das demais medidas que favorecem a redução ou eliminação das emissões de fumaça preta, o desenvolvimento de programas nacional/estaduais/municipais de incentivo e/ou utilização obrigatória de filtros de material particulado (retrofit) em veículos a diesel em uso, de carga ou de transporte de passageiros de uso urbano, apresenta-se também como estratégia complementar extraordinariamente oportuna para os gestores do transporte sustentável urbano.

 

Fonte: Diário do Transporte

 

Imagem: Bigstock by elwynn

 

Excesso de trabalho nem sempre é positivo

Ir além das expectativas é um requisito muito buscado tanto por empresas quanto pelos próprios gestores e líderes – e mais do que recomendado. Porém, há vezes em que o “esforço-extra” vai além do recomendado e se transforma em algo negativo.

Trabalhar a mais quando a demanda é muito grande ou quando tem algo importante acontecendo/para acontecer é normal, porém, é preciso estar atento se isso não está se tornando parte da sua rotina. Se sim, é hora de acionar o alerta vermelho. Fazer hora extra todos os dias não é normal.

Não adianta, porém, não fazer hora extra, mas constantemente levar trabalho para casa. Além de causar estresse e cansar mais, isso faz com que eventuais conflitos passem a surgir e acaba por gerar impactos negativos na sua vida social, algo que, a longo prazo, acabará por refletir também no trabalho.

A dica aqui é antiga, porém, verdadeira: busque o equilíbrio. Quando for muito necessário, leve o trabalho para casa ou faça horas extras, porém, tome cuidado para não transformar o que deveria ser algo eventual em um hábito. Saiba balancear a sua vida profissional com a pessoal. Não adianta ir muito bem no emprego e abandonar a vida social, não é?

O “esforço extra” é positivo quando feito com cuidado e quando há necessidade. Lembre-se de que você não é apenas o seu trabalho e que outras áreas da sua vida também precisam de um “esforcinho” a mais de vez em quando.

 

Fonte: Universia

 

Imagem: Bigstock by fizkes

 

Dicas de lanches para longas viagens de ônibus

Vai enfrentar uma longa viagem de ônibus? Para poder chegar ao seu destino final menos cansado e sem mal-estar, pode ser interessante levar uma pequena bolsa com lanches para consumir durante o trajeto, especialmente se você vai levar crianças nessa viagem.

Como os pontos de parada das viagens nem sempre oferecem boas opções de alimentos para consumo, evite passar aperto nessas situações levando a sua própria bolsa de lanches práticos e rápidos.

Confira nossas sugestões de lanches para longas viagens de ônibus!

 

 

Características de um bom lanche de viagem

Para montar o lanche ideal para uma longa viagem de ônibus é preciso conhecer algumas características de alimentos e refeições que devem ser priorizados nesse momento.

Valorize sempre o consumo de lanches leves e nutritivos, sem grandes concentrações de gordura, cremes ou alimentos que podem estragar quando estiver fora da geladeira. Dessa maneira você diminui o risco de apresentar alguma indisposição ou mal estar durante a viagem.

 

Sanduíches naturais

Os sanduíches naturais feitos em casa são a melhor opção para levar em viagens longas. Monte para você e sua família algumas opções de sanduíches feitos com pão de forma integral, queijos leves (como a ricota, o queijo minas ou mussarela), frios (como o peito de peru) ou carnes desfiadas e alguns acompanhamentos como cenoura ou tomate.

Evite usar maionese ou outros produtos gordurosos que podem estragar ao ficar fora da geladeira e causar mal-estar quando forem consumidos. Não é recomendado também acrescentar folhas, como a alface ou a rúcula, se você não tem um recipiente térmico para transportar esses lanches, já que elas podem ficar murchas e estragar o sabor do sanduíche.

 

Frutas frescas e desidratadas

Frutas são ótimas opções nutritivas de lanches para fazer em longas viagens de ônibus, já que são práticas de transportar e comer. Prefira aquelas que você pode consumir sem o auxílio de uma faca, como a banana, a pera, maçã ou goiaba.

Frutas desidratadas também são opções interessantes de lanche para levar na mochila. Uvas passas, chips de maçã ou banana e damascos desidratados são ótimas alternativas.

 

Snacks rápidos e leves

Alguns snacks rápidos e leves também podem ser boas opções de lanche para levar na mochila nas longas viagens de ônibus. Porções de oleaginosas (castanha-do-pará, amendoim, amêndoas), cookies integrais, barrinhas de cereal, biscoito de polvilho e torradinhas integrais são interessantes alternativas de lanches simples e fáceis de transportar.

 

Água e sucos nas viagens

Nunca se esqueça de levar uma porção de água e de suco com você durante a viagem. Use garrafas térmicas para armazenar essas bebidas e valorize o consumo de cada uma delas para se manter bem hidratado durante todo o trajeto.

Evite levar bebidas alcoólicas ou refrigerantes durante as suas viagens, não correndo o risco de apresentar indisposição no meio do caminho.

 

Fonte: Guichê Virtual

 

Imagem: Bigstock by Olga Dubravina

 

 

Saiba qual a importância da limpeza de ar condicionado dos ônibus

Ambientes públicos fechados que exigem a necessidade de ar condicionado como, por exemplo, os ônibus, podem contribuir significativamente para a disseminação de doenças respiratórias. Os sistemas de climatização possuem um filtro de ar e, se não for tomado os devidos cuidados com higienização, pode ser um grande proliferador dessas doenças respiratórias, além de ser um difusor de ácaros, fungos, vírus e outras bactérias que podem causar doenças como bronquite, rinite, gripe, meningite, entre ouras doenças.

O filtro de ar destes veículos deve ter uma limpeza regular e é recomendável que esta limpeza ocorra mensalmente. Além desta limpeza, o sistema completo deve ser higienizado ao menos uma vez a cada ano de uso.

No intuito de garantir a satisfação dos usuários do seu serviço de transporte é preciso que a empresa invista em serviços que possam proporcionar a limpeza deste importante sistema e somente profissionais qualificados podem efetuar corretamente esta manutenção preventiva.

Atualmente, existem várias associações de profissionais disponíveis para oferecer cursos na área, parcerias e projetos de cooperação técnica. Existe também uma normativa da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) que determina os padrões referenciais de qualidade do ar. Fique atento com esta manutenção para evitar possíveis multas pelo descumprimento de normas.

A Jumbo Turismo preza pela qualidade de vida de seus clientes, por isso mantém a inspeção do ar condicionado de seus ônibus para garantir o conforto e bem-estar de todos passageiros.

 

Fonte: Zeon Refrigeração

 

Imagem: Bigstock by dolgachov

 

Postura do Motorista: 4 dicas para conduzir ônibus

O motorista de ônibus precisa estar atento à sua segurança e dos seus passageiros durante todo o tempo que está atrás do volante. Como as jornadas não são curtas, esse tempo de tensão acaba trazendo estresse e desconforto que afetam sua produtividade.

Neste post vamos te mostrar como melhorar a postura do motorista durante o trabalho é uma ferramenta simples e efetiva para melhorar seu conforto, segurança e saúde. Confira!

 

TENHA CUIDADO COM AS COSTAS

Uma das regiões que mais acarretam problemas aos motoristas é a lombar. A região das costas sofre com os longos períodos em que é preciso estar sentado para conduzir um caminhão ou ônibus.

Para minimizar o problema, é importante que a postura do motorista esteja ereta e totalmente apoiada no encosto do banco. Dessa forma, toda a coluna fica sustentada, evitando que ela seja sobrecarregada. Assim, é possível evitar o desconforto diário ou mesmo problemas mais sérios como a lombalgia — uma dor crônica na região lombar.

 

PROTEJA SUA CABEÇA

Ajusta a altura do encosto para a cabeça presente no banco é uma ferramenta importante para a postura do motorista: quando bem ajustada, ela evita que o pescoço fique erradamente inclinado para trás e ainda oferece apoio para que o condutor não fique curvado em direção ao veículo.

Manter o pescoço alinhado ao restante da coluna, portanto, é diminuído o peso sobre próprio pescoço, diminuindo riscos de desconforto ou mesmo do aparecimento do torcicolo. E vale lembrar, também, que o encosto bem regulado é importante para evitar o efeito chicote em caso de acidentes — em caso de choque, a cabeça do motorista pode ser lançada para trás de forma violenta, mesmo em baixas velocidades, caso o encosto não esteja regulado para diminuir o impacto.

 

NÃO SE ESQUEÇA DE MÃOS E BRAÇOS

O modo como o motorista segura o volante faz toda a diferença no seu conforto. O ideal é que ele mantenha as duas mãos sobre o que equipamento, sem flexionar demais os braços ou mantê-los muito estendidos. Os ombros também devem estar na altura do ponto mais alto do volante.

Apoiar uma das mãos sobre o câmbio por muito tempo não é uma ação muito indicada: isso causa um desalinhamento na postura do motorista e pode causar dores nos braços, mãos, ombros e costas.

 

CUIDE DE PÉS E PERNAS

Quando o assunto é postura do motorista, também não podemos deixar de falar sobre o posicionamento correto de pés e pernas. Primeiro, é preciso fazer com que a altura do banco não faça com que seus joelhos fiquem muito dobrados ou esticados.

Depois, é preciso descansar os calcanhares no assoalho do veículo sempre que possível. Dessa forma, o motorista não precisa se sobrecarregar com todo o peso das pernas durante todo o período que estiver encarando o trânsito, evitando dores e câimbras. Lembre-se também de só manter os pés no pedal quando necessário, além de utilizar calçados firmes e antiderrapantes, garantindo que o acionamento dos pedais seja rápido e seguro.

 

Fonte: Rodobens

 

Imagem: Bigstock by Yastremska

Descanso no final de semana: qualidade de vida e saúde

O trabalho e a correria do dia a dia nunca deixam você parar. Então chega o final de semana e você… continua trabalhando! Aproveita para colocar em dia todo aquele trabalho que não deu conta a semana inteira, responder e-mail e tocar os projetos que não teve tempo de dar a devida atenção. Ou então tira esse tempo para lidar com assuntos da casa e da família.

Você se identificou com essa situação? Então o seu corpo pode estar pedindo um descanso. Veja os benefícios que descansar no final de semana traz para a qualidade de vida e saúde:

 

1 –Atividades fora da rotina diminuem estresse e problemas cardíacos

A rotina do trabalho frequentemente envolve muita pressão e constantes tomadas de decisão, que, por tempo prolongado, acabam gerando cansaço, estresse, fadiga e ansiedade. E isso tende a aumentar junto com o nível de responsabilidades que o seu trabalho exige.

Muitas vezes, o simples fato de mudar de ambiente diminui a ansiedade e a sensação de pressão, dando lugar ao bem-estar. Tirar pelo menos um dia de descanso, principalmente se for praticando alguma atividade diferente ou esporte, é suficiente para quebrar o ciclo, reduzindo os hormônios do estresse. Essa pausa no trabalho também ajuda a combater pressão alta e problemas cardíacos, duas das principais consequências do estresse na saúde física.

 

2- Combater o estresse aumenta a imunidade e resistência a infecções

Outra consequência do estresse crônico é que ele diminui a nossa capacidade de resistir a infecções, manter funções vitais e até a habilidade de evitar pequenos acidentes, além de afetar o sono e a digestão. Já em estágios elevados, o estresse faz com que a glândula suprarrenal libere adrenalina e cortisol no sangue, agravando esses problemas e causando outras doenças, como a diabetes.

A boa notícia é que um estudo da Nuffield Health demonstrou que alguns dias de descanso são capazes de ajudar a reduzir a pressão arterial e melhorar a qualidade do sono. Essas férias, mesmo que curtas, são um excelente remédio para aumentar a capacidade do corpo de lidar com o próprio estresse, fortalecer o organismo e aumentar a imunidade – combatendo os problemas diretamente na sua causa.

 

3- Uns dias de descanso diminuem irritabilidade e depressão

Um estudo realizado em Wisconsin mostrou que mulheres que tiram mais férias têm níveis mais baixos de tensão e depressão, se comparadas àquelas que não param nunca.

Esse resultado não surpreende: pessoas sob estresse tornam-se mais irritáveis, deprimidas e ansiosas. Essas pessoas tendem, aos poucos, a se tornar mais isoladas e solitárias, com tendência à depressão.

Nesse sentido, mudar de ares e fazer uma pausa no final de semana tem benefício duplo: além de combater o estresse e a ansiedade em si, uma pequena viagem possibilita vida social ativa, conhecer pessoas novas ou interagir com amigos, o que também aumenta a sensação de felicidade.

 

Fonte: Fazenda Grama

 

Imagem: Bigstock by AntonioGuillem

 

Números comprovam que o ônibus é amigo do meio ambiente em São Paulo

De acordo com um estudo do IEMA, os carros de passeio são responsáveis por 65% das emissões de poluentes do setor de transportes na capital paulista e os ônibus respondem por 19% destas emissões. Vale destacar, no entanto, que os ônibus que poluem menos, transportam mais da metade das pessoas que se deslocam por dia em São Paulo.

Só por este resultado, a defesa de investimentos em melhorias nos sistemas de ônibus. Entretanto, se este dado não for analisado de maneira isolada e for comparado com outros números importantes sobre a frota da capital paulista e o número de viagens e pessoas atendidas na Grande São Paulo, aí é possível chegar à conclusão que é quase um ato homicida continuar privilegiando o transporte individual motorizado.

O que se conclui é que os ônibus atendem a mais da metade das pessoas que se deslocam na cidade de São Paulo. Por pessoa transportada, os ônibus poluem 12 vezes menos que os carros.

Assim o transporte coletivo de passageiros é uma maneira inteligente de ocupar o espaço urbano e ao mesmo tempo de oferecer qualidade de vida, reduzindo os índices de poluição.

 

Fonte: Diário do Transporte

 

 

O Fretamento como benefício para os funcionários

Muitas pessoas não consideram o fretado como um benefício e nem conseguem auxiliar os colaboradores neste ponto, mas são diversas vantagens que o transporte fretado traz para o colaborador, como por exemplo: qualidade de vida, conforto, pontualidade, etc.

Existem duas maneiras básicas de se oferecer o fretamento. A primeira é quando a empresa é responsável pela contratação do transporte. A segunda é quando o funcionário contrata o fretado e a empresa contribui com o pagamento parcial ou integral da mensalidade do fretado.

Em ambas, todos saem ganhando. O funcionário, que não precisa se preocupar com o trânsito e consegue sempre chegar na hora, a empresa, que aumentando a qualidade de vida de seus colaboradores, aumenta também sua produtividade, e também o meio ambiente, que sofre menos danos graças a redução de produção de CO2.

 

Fonte: Fretadão

 

Imagem: Bigstock by dolgachov

 

 

 

 

NÃO ACHOU O QUE PROCURA OU AINDA TEM DÚVIDAS SOBRE OS NOSSOS SERVIÇOS?

entre em contato com nossa equipe, um consultor vai te ajudar!