Tag Archives: Sustentabilidade

Mobilidade Urbana é com Jumbo Turismo!

Mobilidade urbana é a forma e os meios utilizados pela população para se deslocar dentro do espaço urbano.

 

Para avaliar a mobilidade urbana é preciso levar em conta fatores como:

 

– A organização do território;

– Fluxo de transporte de pessoas e mercadorias;

– Os meios de transportes utilizados.

 

Uma maneira mais sustentável de contribuir para a Mobilidade Urbana é trocando o carro por transporte fretado, afim de minimizar a limitação do fluxo de veículos, a poluição do ambiente e o sobrecarregamento de espaço nas grandes cidades.

 

Fonte: Toda Matéria

Imagem: Bigstock by radoma

A importância do controle das emissões de carbono negro no combate ao aquecimento global

 

Além das medidas convencionais de redução de emissão de GEE, cabe destacar a importância do controle das emissões de carbono negro ou fuligem (black carbon – BC), contida no material particulado, no contexto da mitigação do aquecimento do planeta. O BC absorve a radiação solar, não permite que a radiação refletida pela superfície terrestre retorne para o espaço e isso eleva a temperatura do planeta. Estudo divulgado pela Coalizão pelo Clima e Qualidade do Ar (CCAC), indica que o BC é o segundo poluente de maior impacto para as mudanças climáticas, atrás somente do CO2 e à frente do metano.

As estratégias de redução do material particulado do diesel, portanto, do ponto de vista global, terão influência relevante na desaceleração do aquecimento do planeta. Daí a importância e necessidade de inclusão de medidas de controle de emissões de particulados no rol de ações para a atenuação das mudanças climáticas.

Além da própria substituição dos veículos a diesel por alternativas tecnológicas não-fósseis e menos poluentes, da inspeção veicular dos veículos a diesel e das demais medidas que favorecem a redução ou eliminação das emissões de fumaça preta, o desenvolvimento de programas nacional/estaduais/municipais de incentivo e/ou utilização obrigatória de filtros de material particulado (retrofit) em veículos a diesel em uso, de carga ou de transporte de passageiros de uso urbano, apresenta-se também como estratégia complementar extraordinariamente oportuna para os gestores do transporte sustentável urbano.

 

Fonte: Diário do Transporte

 

Imagem: Bigstock by elwynn

 

Brasileiros estão cientes da importância de mudar escolhas de transporte

Um estudo encomendado pelo Instituto Clima e Sociedade (ICS), organização não governamental (ONG) dedicada ao combate às causas das mudanças climáticas, indica que os brasileiros têm consciência da importância de mudar suas escolhas de transporte e priorizar a energia limpa.

Os resultados preliminares foram apresentados hoje (6) pelo coordenador de Transporte da entidade, Walter Figueiredo de Simoni, durante o Encontro Internacional sobre Descarbonização do Transporte. A versão completa da pesquisa será divulgada nos próximos dias, informou a ONG.

Segundo a pesquisa, 74% dos entrevistados reconhecem que os combustíveis fósseis têm impacto negativo na qualidade do ar. Um total de 63% reconhecem o impacto negativo na qualidade da água e 69% entendem que a queima desse tipo de combustível contribui para as mudanças climáticas.

De acordo com a pesquisa, 86% das pessoas disseram que votariam em um candidato que propusesse a recuperação de calçadas e praças, facilitando, assim, a locomoção a pé pela cidade. E um total de 85% escolheriam um candidato que propusesse a renovação da frota de ônibus e 84% dariam seu voto a quem propusesse a recuperação de ciclovias e ciclofaixas.

De acordo com Martha Martorelli, gerente de Planejamento da Secretaria Nacional de Mobilidade Urbana do Ministério das Cidades, a Política Nacional de Mobilidade Urbana do Brasil, lançada em 2012, prevê que o país priorize o transporte público e os pedestres. Ela reconhece, entretanto, que tem havido dificuldades para colocar esses objetivos em prática.

“A dificuldade de implementação, hoje, é o maior entrave. Trabalhar com a política nacional implementada é o grande objetivo que nós temos para a descarbonização. Só a transferência de modal no nosso país já fará grande diferença na questão climática das cidades”, disse.

De acordo com Martha, o braço de mobilidade urbana do Avançar, programa do governo federal que prevê recursos para projetos de habitação, infraestrutura e energia, trouxe alguns pontos favoráveis na questão da priorização de formas alternativas de transporte. “Os projetos de calçadas, ciclovias, só vinham vinculados a outros projetos. Hoje o município pode entrar com projetos apenas de calçadas, calçadões, ciclovias”, exemplificou. Ela disse ainda que municípios pequenos são contemplados no programa e que foi desenvolvida uma metodologia simplificada para eles.

 

Fonte: Nossa São Paulo

 

Imagem: Bigstock by angri18

 

Mensagem do Dia

Pense nas ações que você pode fazer hoje e colha os resultados amanhã. Aproveite seu fim de semana!

Imagem: Bigstock by zlikovec

NÃO ACHOU O QUE PROCURA OU AINDA TEM DÚVIDAS SOBRE OS NOSSOS SERVIÇOS?

entre em contato com nossa equipe, um consultor vai te ajudar!