Tag Archives: Trabalho

Excesso de trabalho nem sempre é positivo

Ir além das expectativas é um requisito muito buscado tanto por empresas quanto pelos próprios gestores e líderes – e mais do que recomendado. Porém, há vezes em que o “esforço-extra” vai além do recomendado e se transforma em algo negativo.

Trabalhar a mais quando a demanda é muito grande ou quando tem algo importante acontecendo/para acontecer é normal, porém, é preciso estar atento se isso não está se tornando parte da sua rotina. Se sim, é hora de acionar o alerta vermelho. Fazer hora extra todos os dias não é normal.

Não adianta, porém, não fazer hora extra, mas constantemente levar trabalho para casa. Além de causar estresse e cansar mais, isso faz com que eventuais conflitos passem a surgir e acaba por gerar impactos negativos na sua vida social, algo que, a longo prazo, acabará por refletir também no trabalho.

A dica aqui é antiga, porém, verdadeira: busque o equilíbrio. Quando for muito necessário, leve o trabalho para casa ou faça horas extras, porém, tome cuidado para não transformar o que deveria ser algo eventual em um hábito. Saiba balancear a sua vida profissional com a pessoal. Não adianta ir muito bem no emprego e abandonar a vida social, não é?

O “esforço extra” é positivo quando feito com cuidado e quando há necessidade. Lembre-se de que você não é apenas o seu trabalho e que outras áreas da sua vida também precisam de um “esforcinho” a mais de vez em quando.

 

Fonte: Universia

 

Imagem: Bigstock by fizkes

 

Desigualdade de gêneros no trabalho: como as empresas podem ajudar a mudar esse cenário

 

A desigualdade de gêneros, especialmente dentro das empresas, é um dos temas mais debatidos atualmente. Cada vez mais cobra-se que existam políticas que estimulem a diversidade e a igualdade no trabalho, mas ainda assim há muito a ser feito.

Como a sua empresa pode ajudar a mudar esse cenário? O primeiro passo é incluir o debate na sua empresa. É difícil conquistar algo que não tem espaço para o diálogo. Criar simpósios, workshops ou até mesmo reuniões para falar deste e outros temas necessário é uma forma de fazer com que a questão chegue aos funcionários e eles pensem a respeito.

Seja a mudança que você quer ver. A frase pode ser um tanto clichê, mas é verdadeira: não adianta falar a respeito e continuar de braços cruzados. Tome atitudes para romper estereótipos de gênero – contratar mais mulheres para áreas consideradas “masculinas” é um bom começo – e promover a participação feminina no ambiente de trabalho.

Se a ideia é conseguir igualdade de gêneros na empresa, o primeiro passo é… Ter mulheres. Avalie se a sua equipe é balanceada quando o assunto é gênero e, sempre que possível, busque abrir processos seletivos que busquem diversificar. Tenha em mente que o importante é contratar alguém capaz e competente, independentemente do gênero.

Uma mudança efetiva só acontece com posicionamento. E se posicionar é algo cada vez mais necessário, especialmente para empresas. Leve a questão da igualdade de gêneros para a cultura do seu empreendimento, junto a outros temas necessários, como a diversidade. A ideia é que isso realmente saia do papel e passe a fazer parte do dia a dia das pessoas.

 

Fonte: Universia

 

Imagem: Bigstock by theodor38

 

 

Fatores que podem interferir na produtividade de um colaborador

Aumente a produtividade de seus colaboradores se atentando o que pode interferir na produtividade deles:

 

Problemas de relacionamento na equipe: discordâncias e clima de competitividade podem afetar diretamente o rendimento dos profissionais. É preciso manter o monitoramento constante do andamento das relações na equipe.

 

Procrastinação (falta de foco)

Não são somente as redes sociais e os smartphones os culpados pela procrastinação diante de tarefas com prazos urgentes. A desmotivação e a baixa auto estima podem ser causas diretas do não-cumprimento de prazos.

 

Salários baixos

Se o profissional sentir que seu trabalho não está sendo valorizado financeiramente, seu rendimento é afetado.

 

Poucas horas de sono

Problemas na hora de dormir podem afetar não somente a produtividade, mas também a saúde do profissional. Se não há horas suficientes ou local apropriado para uma boa noite de sono, o rendimento certamente irá cair.

 

Pouco tempo para projetos pessoais (estudos, lazer) diários

O tempo passado fora da empresa é precioso para o profissional aperfeiçoar seus estudos, seus conhecimentos, praticar hobbies e relaxar. Ao se dar conta que esse tempo não existe, crescem os sentimentos de frustração e cansaço em relação ao emprego.

 

Desgaste e cansaço gerados pela condução até o trabalho

Ao acordar e perceber que vai enfrentar longas horas de desconforto, o profissional se sente desmotivado a continuar seu dia, que já começa com a tensão de enfrentar um ônibus lotado ou no trânsito dentro do seu carro, sabendo que está pagando caro por aquilo.

 

Fonte: Fretadão

 

Imagem: Bigstock by stokkete

 

5 dicas para aproveitar o máximo de suas férias

Vai sair de férias? Está ansioso para aproveitar o máximo dela? Confira 5 dicas simples para usufruir do seu descanso e voltar ao trabalho renovado

 

1 – SE POSSÍVEL, DIVIDA

Caso a sua empresa permita isso, peça para que as suas férias sejam dividas em duas partes. Cada uma deve ser separada por mais ou menos seis meses, e deve ser no mínimo 10 dias. Isso acontece porque longas férias, geralmente de um mês, podem mais prejudicar do que realmente fazer com que você descanse. Além do mais, descansar duas vezes em um período de um ano é muito mais efetivo do que descansar somente uma vez. Muitos profissionais dizem que, depois de duas semanas, eles já se sentem dispostos para voltar ao trabalho.

 

2 – TENHA UM ITINERÁRIO FLEXÍVEL

Algumas pessoas, antes mesmo de começarem as suas férias, já possuem todos os dias de planejados. Não há problema algum em pensar com antecedência, porém, não esqueça que esses dias são para descansar, e não para se estressar. Caso as coisas saiam do controle, não deixe isso estragar as suas férias. Aprenda a se adaptar às situações.

 

3 – FAÇA EXERCÍCIOS FÍSICOS

O princípio básico das férias é que você “recarregue as baterias” e esteja pronto para mais alguns meses de trabalho ou estudo. Você deve se sentir renovado tanto fisicamente, como mentalmente. Para ajudar com isso, os exercícios físicos são ótimas atividades. Os especialistas recomendam natação, mas até mesmo andar um pouco todos os dias aumentará muito a sua disposição e você se sentirá mais leve.

 

4 – NÃO IGNORE O SEU CANSAÇO

Dependendo dos seus planos para as férias, você pode ficar mais cansado do que antes. Se você deseja viajar, é importante que você aproveite uns dias antes e depois da viagem para realmente descansar. Fique na sua cidade, aproveite para dormir até mais tarde e ler um livro.

 

5 – MANTENHA UMA DISTÂNCIA SEGURA

Para boa parte das pessoas, as férias são um momento em que você se desliga totalmente do trabalho, ou dos estudos. Entretanto, para alguns, ficar totalmente alheio do que está acontecendo na empresa pode ser uma tortura. Portanto, se você não se sente bem ficando tão distante, cheque o seu e-mail profissional a cada três dias, ou pergunte para os colegas como andam as coisas. Porém, mantenha uma distância segura: evite ao máximo fazer qualquer tipo de trabalho durante o seu descanso.

 

Fonte: Universia

 

Imagem: Bigstock by bakharev

 

Mensagem do dia

Acesse nosso site e conheça nossos serviços:

www.jumboturismo.com.br

 

Imagem: Bigstock by World Image

 

 

 

4 dicas para melhorar seu desempenho no trabalho

Ter um bom desempenho no trabalho é a meta de grande parte dos profissionais, já que sempre buscam progredir e serem bem vistos na empresa em que são contratados. Por isso, é importante sempre encontrar formas de melhorar e, consequentemente, destacar-se dentro daquele ambiente. Para que você consiga melhorar o seu desempenho profissional em 2016, confira as dicas:

 

1 – Cuide da mente

O trabalho pode ser muito estressante em determinados momentos, mas você não pode permitir que isso afete o seu desempenho. Sempre que tiver tempo, pratique exercícios físicos ou medite, com a finalidade de relaxar a mente. Você se sentirá muito mais preparado para enfrentar os problemas do dia a dia se estiver descansado.

 

2 – Estabeleça limites

Quando você entende quais são os seus limites, torna-se muito mais fácil realizar o trabalho diário. É importante que você se respeite, sempre dando o seu melhor, mas dentro da sua capacidade. Tente sempre melhorar, mas de uma maneira que não prejudique a sua saúde.

 

3 – Visualize seu sucesso

É preciso acreditar que você conseguirá alcançar o sucesso profissional. Quanto mais você visualizar essa realidade, maiores as chances de você realmente alcançá-la. Seja positivo e dê o seu melhor para o trabalho. Assim você perceberá que os bons resultados virão.

 

4 – Comece bem o dia

Se você acordar já de mau humor, provavelmente não terá um bom dia e isso refletirá diretamente no seu desempenho no trabalho. Por isso, tente sempre levantar bem-humorado e ver sempre o lado positivo das situações. Alimente-se bem e busque sempre potencializar sua paz de espírito no período da manhã. Você perceberá que nos dias que estiver bem consigo mesmo terá resultados muito melhores no trabalho.

 

Fonte: Universia

 Imagem: Bigstock by GaudiLab

 

O que você deseja conquistar no seu futuro profissional?

Qual é o sonho? Em curto, médio e longo prazo quais sãos os passos desejados? Como está o seu nível de prontidão para cada um dos passos que você pretende trilhar?

Plano de Carreira é desenhado com muita reflexão. Olhar todo o legado que você já construiu, conquistou, treinou, exercitou e vivenciou. Não tem outro caminho! Transformar e mudar requer planejar, refletir e agir.

Se você não sabe para onde quer ir, qualquer caminho serve, certo?! Às vezes traçamos caminhos que nos foram apresentados e não necessariamente planejados por nós, mas sempre é tempo de ajustar a rota.

Não é incomum encontrar clientes que buscam o Coaching para justamente refletir em conjunto sobre estas questões. Isso ocorre justamente porque não é fácil buscar esse processo sozinho. A pessoa precisa de muita disciplina e fazer as perguntas certas que gerem as respostas para a busca que ela procura. E o que ela procura? Às vezes ela gosta de muitas coisas, ou acha que saturou todas as possibilidades de desenvolvimento na carreira que escolheu.

Então, liste todas as suas perguntas e veja se consegue só ou até compartilhando com alguém de sua confiança trocar informações sobre estes temas. Liste também todas as suas realizações, e se aproprie das suas pequenas e grandes conquistas. Este pode ser um bom começo. Mas nada melhor do que poder vivenciar um processo de Coaching ou Mentoria para ajudá-lo nesta transformação. Fica a dica!

 

Fonte: Dicas Profissionais

 

Imagem: Bigstock by ijeab

O que fazer após receber um aumento?

Confira algumas dicas sobre o que fazer após receber um aumento e tirar o melhor proveito disso. Receber um aumento é um momento muito aguardado – e celebrado – na carreira. Isso significa que seu trabalho atingiu e até superou o esperado. Porém, você sabe o que fazer após isso acontecer? Muitas pessoas, ao receberem a notícia, acabam agindo precipitadamente. Confira a seguir algumas dicas para tirar o melhor proveito dessa hora:

O primeiro passo é fazer um plano. Caso você não possua um, passe a construir como você vai utilizar essa renda extra e de que maneira a fará render. É importante manter o pensamento a longo prazo e determinar formas de como esse dinheiro pode ser aproveitado ao ponto de render no futuro.

É claro que, por se tratar de um momento de felicidade, alguns exageros são compreensíveis. Mas não faça disso um hábito. Pense de uma maneira realista o que pode ser feito com esse aumento. Não tome decisões no calor do momento, espere e realmente coloca todas as suas contas no papel para ter uma ideia maior de quanto isso mudará as suas finanças.

Uma ótima solução é, se caso você ainda não possua esse hábito, passar a poupar ou investir . Tente, sempre que possível, determinar que uma parcela desse pagamento vá direto para uma poupança, assim, você poderá ter mais segurança ao saber que possui uma reserva para emergências. Investir também é uma boa opção. Comece aos poucos, com investimentos pequenos.

Não se esqueça de mostrar ao seu chefe e à empresa que você mereceu esse aumento. É muito comum nos sentirmos confortáveis e começarmos a fazer nosso trabalho com menos qualidade do que antes. Lembre-se de que foi um trabalho bem feito que levou ao aumento e que continuá-lo poderá trazer novas bonificações.

Sabendo planejar e mantendo o foco, um aumento pode de fato fazer toda a diferença na vida de alguém. Mantenha os pés no chão e continue trabalhando com qualidade. Tendo isso em mente, você pode até fazer um agrado a si mesmo e comprar aquilo que estava esperando há tanto tempo.

 

Fonte: Universia

Imagem: Bigstock by AndreyPopov

 

Trânsito e estresse formam um círculo vicioso

Trânsito e estresse são temas correlacionados atualmente. E é uma relação cíclica, sem causa e efeito delimitados. Um ajuda a alimentar o outro. Essa é parte da explicação sobre o fenômeno pelo qual passamos da doutora em psicologia de trânsito e diretora do Departamento de Psicologia da Associação Brasileira de Medicina de Tráfego, Raquel Almqvist.

Segundo a especialista, é possível identificar dois tipos de estresse: o físico e o psicológico. O físico é a exaustão do organismo por alguma atividade, seja um excesso na malhação. Já o psicológico é o “esforço do corpo humano para enfrentar situações conflitantes”. E é exatamente esse último tipo de estresse que preocupa estudiosos do trânsito.

De acordo com Raquel, um sintoma verificado em humanos, principalmente em homens, é a busca por sensações. Essa busca pode ultrapassar os limites do bom senso, sendo que a pessoa se sente desafiada a tentar, cada vez mais, ser mais imprudente. A recompensa da experiência quase única é uma das causas para que essa busca seja alimentada.

No trânsito, é possível identificar, segundo a doutora, o desafio em relação à velocidade. Normalmente, as pessoas com esse sintoma não conseguem seguir uma rotina e se tornam inquietas. Nesse momento, elas buscam uma situação de risco. Dentre as mais comuns está o consumo de álcool e drogas antes de dirigir.

 

Quer evitar que seus colaboradores fiquem estressados com trânsito? Invista em fretamento!

 

Fonte: G1

 

Imagem: Bigstock by Minerva Studio

Saiba a importância de ter um pensamento crítico e seu impacto no trabalho

Talvez você já tenha escutado esse termo. Muitas empresas, inclusive, o colocam como uma das qualidades buscadas em seus candidatos. Mas você sabe o que é ter um pensamento crítico e por que ele é importante? Variando entre uma habilidade e uma atitude, saiba como desenvolvê-lo e aplicá-lo na sua vida:

Um pensamento crítico exige que, primordialmente, você consiga afastar crenças pessoais para analisar um problema ou questão. Comumente, ele é conhecido como aquela característica de quem consegue enxergar algo como se estivesse vendo “de fora” possui. Falando de maneira simplória, trata-se de deixar emoções de lado e focar no que é racional.

Pensar de maneira crítica também envolve ser criativo e inovador. Logo, essa única atitude tem um impacto enorme em todo o seu trabalho, afinal, o torna um solucionador de problemas e também um fornecedor de ideias inovadoras.

Claro que não é sempre que você terá respostas ou propostas, mas exercitar o pensamento crítico ajuda na hora de lidar com as mais diferentes questões e trazer pontos interessantes sobre elas.

 

Imagem: Bigstock by pinkypills

NÃO ACHOU O QUE PROCURA OU AINDA TEM DÚVIDAS SOBRE OS NOSSOS SERVIÇOS?

entre em contato com nossa equipe, um consultor vai te ajudar!